Ebola

Esperma humano pode hospedar até 27 vírus diferentes

Do UOL, em São Paulo

  • iStock

Já não é novidade que o HIV ou o vírus da zika são capazes de sobreviver no sêmen humano e ser sexualmente transmitido. A surpresa, no entanto, é que há muito mais do que esses vírus que podem ser transmitidos pelo esperma do homem.

Segundo um artigo publicado na revista científica "Emerging Infectious Diseases", ligada ao Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA, 27 vírus --tais como ebola, hepatite B e C, herpes, citomegalovírus, catapora e chikungunya -- também podem ser transmitidos no sexo.

Embora nem todos os 27 vírus sejam transmissíveis de pessoa para pessoa, segundo o estudo, podem ter outras consequências graves, como reduzir a fertilidade ou aumentar o risco de adquirir uma doença sexualmente transmissível.

O artigo também ressaltou que alguns desses vírus podem até causar mutações no DNA do esperma, o que compromete as gerações futuras do sêmen.

O estudo foi feito a partir da revisão de mais de 3.800 publicações científicas. Os autores encontraram ainda a evidências de que outros 11 vírus, além de serem encontrados no sêmen, podem viver nos testículos, incluindo aqueles que causam gripe, dengue, varíola, rubéola e síndrome respiratória aguda grave.

Mas, como apontam os cientistas, ainda são necessárias mais pesquisas para entender como e se os vírus podem ser transmitidos sexualmente e exatamente quais vírus permanecem vivos no sêmen, por quanto tempo e em que concentrações.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos