PUBLICIDADE
Topo

Brasil tem 904 casos confirmados e 11 mortes por coronavírus

Felipe Amorim

Do UOL, em Brasília

20/03/2020 17h48

Em boletim nacional divulgado no fim da tarde de hoje, o Ministério da Saúde informou que o país já registra 904 casos confirmados do coronavírus e 11 mortes provocadas pela doença.

De acordo com o boletim, há 9 mortes confirmadas em São Paulo e 2 no Rio de Janeiro. Atualmente, apenas os estados do Maranhão e Roraima não têm casos confirmados.

Os estados com maior número de pacientes infectados pelo coronavírus são São Paulo (396 casos) e Rio de Janeiro (109), seguidos pelo Distrito Federal (87 casos).

O ministro da Saúde, Luiz Henriqe Mandetta previu hoje que o ritmo de transmissão do vírus deve ser desacelerado até junho, um "platô" deve gerar equilíbrio nos meses posteriores, e em setembro deve haver real queda na crise causada pela covid-19. Ele explicou estas previsões.

"Nós temos dois cenários: o primeiro foi apresentado pela China, que talvez retrate o finalzinho, o terço final. Eles reconhecem o coronavírus em janeiro, fazem o bloqueio em Wuhan em 17 de janeiro, atravessam fevereiro, e em março informam que está debelada [vencida] a epidemia. Não é o que a gente está vendo a partir do momento em que ela saiu da China. Não conseguimos planejar. Como pensar que Pequim passou sem nada? Como um país de 1,5 bilhão de habitantes teve 80 mil casos?", questionou.

"Chegou ao Irã, no Oriente Médio, e fez um estrago enorme. No mundo ocidental, onde as informações são mais fidedignas, fica caracterizado que o vírus tem um padrão de transmissão muito competente. Com cada pessoa em trânsito, o vírus faz uma curva de 90 graus quando pega ar e sobe. Nós ainda não estamos nela. São Paulo está fazendo o início de seu redemoinho", alertou Mandetta.

Saúde