Topo

Tecnologia

Samsung


Quatro câmeras traseiras! Novidade da Samsung, Galaxy A9 custará R$ 3.199

Gabriel Francisco Ribeiro

Do UOL, em São Paulo

2019-01-22T12:49:05

22/01/2019 12h49

A Samsung trouxe ao Brasil nesta terça-feira (22) seu mais novo celular intermediário: o Galaxy A9, o primeiro aparelho do mundo a contar com nada menos do que quatro câmeras traseiras. Ou seja, é foto para todos os gostos.

O UOL Tecnologia já teve a oportunidade de mexer no celular rapidamente no ano passado e contou aqui o que achou da novidade.

Por aqui, ele será vendido por R$ 3.199. Mas fique esperto em promoções e quedas de preço: a linha A costuma sofrer grande desvalorização meses após o lançamento, o que torna os modelos bem mais atrativos. Ainda assim, é o smartphone da linha intermediária premium mais caro já lançado pela Samsung no Brasil, apesar de contar com mais recursos.

Muito além do Galaxy: os bastidores do império da Samsung

Leia mais

Ficha técnica: Galaxy A9

Tela: 6,3 polegadas Super Amoled Full HD+
Dimensões e peso: 162.5 mm x 77 mm x.7.8 mm e 183 gramas
Câmeras: traseira quádrupla (principal de 24 MP, grande angular de 8 MP, teleobjetiva de 10 MP e profundidade de 5 MP) e frontal (24 MP)
Memória: 6 GB e 128 GB interna (expansível com cartão de até 512 GB)
Processador: Snapdragon 660 OctaCore 2.2 Ghz
Bateria: 3.800 mAh

Além das quatro câmeras traseiras, o Galayx A9 se destaca ainda pelo seu visual colorido e divertido. Serão três opções aqui no Brasil: preto, azul e rosa. As duas últimas cores são bem estilosas e diferem bem do que a Samsung costuma mostrar em seus aparelhos.

O preço do lançamento do A9 supera até mesmo o atual valor do Galaxy S9, top de linha da empresa lançado há menos de um ano. Vale lembrar que o S9 tem tela menor e apenas uma câmera traseira.

Quatro câmeras

Qual é o melhor: Galaxy A8, Moto Z3 Play ou Zenfone 5? Confira o comparativo

Leia mais

O Galaxy A9 cumpre uma das promessas da Samsung por ser um aparelho com recursos inovadores em uma linha intermediária, mais barata do que os tops de linha da marca. Isso se prova principalmente com as quatro câmeras traseiras do aparelho --foi o primeiro celular do mundo com essa composição quando foi apresentado no exterior no fim do ano passado.

O que muda em relação ao Galaxy A7, lançado no Brasil no fim de 2018, é basicamente a adição de uma câmera extra na traseira dedicada ao zoom --as outras três câmeras estão presentes no dispositivo "irmão".

Cada câmera do aparelho conta com uma função. Além de uma câmera principal de 24 MP com abertura F 1.7, o smartphone ainda embarca uma teleobjetiva de 10 MP (abertura F 2.4, com zoom ótico), uma câmera de profundidade de 5 MP (abertura F 2.2, para modo retrato) e uma grande angular de 8 MP (abertura de F 2.4, ângulo de 120º).

Gabriel Francisco Ribeiro/UOL
Parte frontal do novo Galaxy A9, da Samsung Imagem: Gabriel Francisco Ribeiro/UOL

Isso significa que será possível tirar com o celular fotos em todos os modos populares em smartphones atualmente: modo retrato (ou foco dinâmico, como a Samsung chama) que foi popularizado no iPhone, foto em grande angular (no estilo das feitas com GoPro, mas em um ângulo menor e popularizada pela linha LG G) e um zoom com mais qualidade.

Em teste rápido feito em Seul (Coreia do Sul) no ano passado, notei que a transição entre os modos ocorre dentro do próprio aplicativo da câmera, mas não é instantânea. A qualidade das fotos será testada em breve pela equipe nossa equipe no review do aparelho.

Quais os melhores celulares de 2018? Veja os destaques de cada categoria

Leia mais

Além do espetacular conjunto na traseira, o smartphone também tem uma câmera frontal de 24 MP com abertura F 2.0. O celular ainda tem recursos de inteligência na câmera usados no Note 9 para identificar falhas em fotos --como avisar se uma pessoa piscou, por exemplo-- e para turbinar fotos automaticamente.

A câmera de selfie conta com o recurso "Foco da Selfie", que desfoca o fundo via software. Outro recurso é o filtro Pro Lighting, que deixa o usuário aplicar às selfies diferentes tipos de filtros, que lembram luzes de estúdio -- semelhante ao que os iPhones já fazem.

Estiloso e eficiente

O smartphone ficou bem estiloso com as novas cores divertidas --o azul e o rosa em degradê trazem o que algumas marcas chinesas como Huawei já estavam fazendo. Na parte externa ficou mais atraente com o corpo de vidro na traseira --o que significa também que ele tem suporte a carregamento sem fio.

O novo aparelho da Samsung ainda tem uma tela bem grande, de 6,3 polegadas (16 cm). A proporção da tela na frente do dispositivo é bem razoável, o que não deixa o celular tão grande assim na mão --ele tem mais bordas do que tops de linha em cima e embaixo, mas não são tão grandes.

Gabriel Francisco Ribeiro/UOL
Galaxy A9 é o primeiro celular do mundo com quatro câmeras traseiras Imagem: Gabriel Francisco Ribeiro/UOL

Internamente, o celular é equipado com o Snapdragon 660, um processador intermediário da Qualcom. Ele ainda tem memória RAM de 6 GB. O A9 ainda se destaca por dar muito espaço interno para o usuário: o armazenamento de 128 GB deve ser mais do que suficiente para todas as fotos e vídeos que você fizer, além de poder ser expansível com cartão de memória de 512 GB.

O aparelho ainda tem uma bateria de 3.800 mAh - é menos do que a bateria de 5.000 mAh que surgiu em uma outra versão do Galaxy A9 lançada há dois anos.Entre outros recursos, o novo celular é o primeiro da linha A a ter o recurso Bixby Voz, assistente da Samsung que ainda não funciona em português, suporte a duas contas ao mesmo tempo em apps como WhatsApp e Messenger, biometria para desbloqueio e recurso de pastas privadas protegidas com senha - todos itens comuns em aparelhos recentes da Samsung.