PUBLICIDADE
Topo

Cronologia dos problemas de saúde do presidente Hugo Chávez

09/12/2012 10h21

CARACAS, 09 dez 2012 (AFP) - O presidente venezuelano, Hugo Chávez, anunciou no sábado uma nova reincidência do câncer diagnosticado em meados de 2011 na zona pélvica, e precisará se submeter a uma nova cirurgia em Cuba.

Datas mais relevantes que marcaram os problemas de saúde do presidente da Venezuela:

2011:

-10 de junho: o chanceler venezuelano, Nicolás Maduro, anuncia que Chávez foi submetido a uma operação de emergência em Havana depois de ter sido detectado um abscesso pélvico.

-30 de junho: Chávez anuncia ao mundo a partir de Havana que sofre com um câncer e afirma ter sido operado de forma bem-sucedida para a retirada de um tumor.

-16 de julho: volta a Cuba para iniciar o primeiro de quatro ciclos de quimioterapia, três dois quais foram feitos em Havana e um em Caracas.

-1 de agosto: Chávez aparece com a cabeça raspada e afirma que a quimioterapia já está fazendo efeito.

-20 de outubro: Chávez diz que câncer foi superado após tratamento.



2012:

-21 de fevereiro: Chávez anuncia que novos exames médicos detectaram a presença de uma "lesão" no mesmo local onde o tumor foi retirado. Afirma que será novamente operado em Cuba para extrai-la e determinar se é benigna ou maligna.

-4 de março: Chávez confirma que "um tumor" foi retirado na operação e afirma que se trata de uma "reincidência do câncer". Também anuncia que deverá se submeter a sessões de radioterapia em Cuba.

-24 de março: viaja a Havana para iniciar o primeiro dos cinco ciclos de radioterapia.

-12 de maio: Chávez anuncia o fim "bem-sucedido" do tratamento.

-9 de julho: Chávez diz estar "totalmente livre" do câncer e nega que sua saúde possa influenciar a campanha presidencial de 7 de outubro, que venceu confortavelmente tendo como adversário o líder opositor Henrique Capriles.

-20 de outubro: Chávez admite que sua saúde afetou seu desempenho na campanha para alcançar a reeleição para um terceiro mandato.

-27 de novembro: através de um comunicado dirigido ao Parlamento, Chávez pede para viajar a Cuba para iniciar um "tratamento especial" de "várias sessões de oxigenação hiperbárica", sem informar a data de retorno.

-29 de novembro: o vice-presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, afirma que Chávez "está muito bem" e "atento" ao desenvolvimento dos planos de governo.

-7 de dezembro: Chávez retorna a Caracas depois de passar nove dias em Cuba.

-8 de dezembro: Chávez anuncia uma nova reincidência do câncer e explica que deverá ser submetido a uma nova operação em Cuba.