Homem invade jaula de leões no Chile, e animais acabam sacrificados

Dois de três leões do zoológico de Santiago, no Chile, foram sacrificados neste sábado para evitar que atacassem um homem que tentou se suicidar entrando na jaula dos animais, informaram responsáveis pelo local.

Foram ativados os protocolos de segurança, que preveem que, "quando está em risco a vida de uma pessoa, é preciso sacrificar os animais", disse a diretora do Zoológico Nacional do Chile, Alejandra Montalva.

"O suicida forçou sua entrada no recinto dos leões, tirou a roupa e começou a instigar os nossos animais", disse ela. Segundo as autoridades, o jovem levava uma carta suicida no bolso. 

Montalva explicou que, nesses casos, os analgésicos são insuficientes para frear um ataque a tempo.

O homem, de entre 20 e 30 anos, foi levado a um hospital da região com ferimentos graves e corre risco de morte. Houve comoção entre o público do zoológico, que estava cheio neste sábado devido a um feriado local.

"Estamos muito consternados, porque os animais do zoológico são parte da nossa família, são leões que estavam conosco há mais de 20 anos", afirmou Montalva.

Os leões sacrificados eram um macho e uma fêmea de origem africana.

Leõezinhos trigêmeos raros nascem em zoo da Bélgica

  •  

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos