Papa afirma que maioria dos casamentos católicos não é válida

Na Cidade do Vaticano (Vaticano)

O papa Francisco afirmou que a maioria dos matrimônios católicos é nula por ter sido contraída por jovens que não compreendem o sentido deste compromisso eterno, segundo declarações recolhidas nesta sexta-feira (17) por jornalistas.

"A maioria dos matrimônios sacramentais é nula porque os jovens dizem 'sim, para toda vida', mas não sabem o que isso significa", comentou o papa na basílica de São Pedro, falando diante de inúmeros fiéis e sacerdotes da diocese de Roma, respondendo de maneira espontânea às perguntas sobre os últimos sínodos sobre a família.

"Os jovens não sabem o que dizem porque têm outra cultura (...), têm boa vontade, mas não são conscientes", insistiu.

Francisco já mencionou várias vezes a nulidade dos casamentos contraídos por convenção social, de maneira precipitada, sem preparação, seja porque a noiva estava grávida ou porque sonhava com o vestido de noiva e a festa.

A assessoria de imprensa do Vaticano, depois de publicadas estas declarações, tentou retificar algumas.

Segundo o texto oficial, o papa falava de uma parte e não da maioria dos casamentos.

O casamento católico é um sacramento indissolúvel e não admite o divórcio, mas Francisco mudou no ano passado os procedimentos de reconhecimento de nulidade do matrimônio --o que quer dizer que o sacramento jamais existiu-- ante os tribunais eclesiásticos, para simplificá-los, acelerá-los e torná-los menos onerosos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos