Caixas-pretas do avião da EgyptAir serão reparadas na França

Cairo, 23 Jun 2016 (AFP) - Os arquivos das duas caixas-pretas do Airbus da EgyptAir caído há um mês no mar Mediterrâneo estão "danificados" e serão enviados para a França na próxima semana, onde serão reparados - anunciou a comissão egípcia de investigação nesta quinta-feira (23).

Apenas as análises dos gravadores de voo permitirão conhecer as causas da queda do A320 que caiu no mar com 66 pessoas a bordo.

"As memórias dos dois gravadores de voo foram danificadas", afirmou a comissão em um comunicado.

"A comissão de investigação vai para a França na próxima semana com os circuitos elétricos das duas caixas-pretas para repará-las nos laboratórios do Escritório de Investigação e Análise (BEA, na sigla em francês) e eliminar os depósitos de sal", acrescentou a nota.

Uma vez reparadas, as memórias serão "levadas de volta para o Cairo para que seja realizada a análise dos dados nos laboratórios do Ministério da Aviação Civil", acrescenta o comunicado.

O Cockpit Voice Recorder (CVR), que grava as conversas na cabine do piloto, e o Flight Data Recorder (FDR), que registra todos os parâmetros do voo, foram recuperados "em pedaços" na semana passada pelo navio "John Lethbridge", da companhia francesa Deep Ocean Search (DOS).

Além disso, "uma equipe de médicos legistas franceses vai-se unir a seus colegas egípcios para participar das operações de recuperação de pedaços de corpos humanos" na zona da queda, ainda de acordo com a nota.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos