EUA: Biden se une às famílias dos policiais mortos em Baton Rouge

Chicago, 29 Jul 2016 (AFP) - O vice-presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, pediu mais compreensão entre os policiais e as comunidades, em discurso, nesta quinta-feira (28), no funeral público dos três agentes vítimas de um ataque armado em Baton Rouge.

O tiroteio de 17 de julho foi o último incidente que expôs as profundas divisões raciais na sociedade americana.

Na cerimônia, os agentes assassinados em Baton Rouge (capital de Louisiana) - Montrell Jackson, Matthew Gerald e Brad Garafola - foram representados por três cadeiras vazias na igreja Healing Place.

Biden e a procuradora-geral dos Estados Unidos, Loretta Lynch, foram algumas das autoridades que assistiram ao funeral, junto com centenas de agentes de Polícia.

Em seu discurso, o vice-presidente lembrou de seu filho, Beau, que faleceu de um câncer cerebral no ano passado.

"Há pouco que alguém pode fazer nesses momentos para aliviar essa sensação de perda, esse sentimento de estar com um buraco preto no peito, de solidão", disse ele aos familiares.

Com o tempo, continuou, a memória de cada agente caído "levará um sorriso a seus lábios antes de levar uma lágrima a seus olhos".

O vice-presidente também falou das divisões raciais.

"Temos de reduzir la distância entre os moradores e as forças da ordem", frisou Biden.

Os três policiais mortos foram lembrados como funcionários dedicados e devotados pais de família. Foram enterrados em diferentes cerimônias entre a semana passada e esta.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos