Empresas canadenses de cannabis se fundem para criar gigante da maconha

Montreal, 24 Jan 2018 (AFP) - A produtora canadense de cannabis Aurora vai adquirir sua concorrente CanniMed por 1,1 bilhão de dólares canadenses (890 milhões de dólares americanos), meses antes da legalização da maconha para uso recreativo no Canadá, anunciaram as duas empresas nesta quarta-feira (24).

A operação torna a Aurora Cannabis uma das maiores produtoras da planta no Canadá, junto da rival Canopy Growth, enquanto fabricantes e investidores se posicionam no mercado com a proximidade da legalização da maconha para uso recreativo no país.

O governo canadense fixou para 1 de julho de 2018 a legalização da cannabis, mas complicações na execução de distribuição e controle poderiam adiar a data.

Pelo acordo, acionistas da CanniMed receberão o equivalente a 3,4 ações da Aurora por cada uma das suas. Essa oferta, paga tanto em dinheiro, quanto em ações, representa um preço de 43 dólares por ação da CanniMed, ou 1,1 bilhão de dólares canadenses.

"Estamos muito felizes de ter alcançado essa poderosa combinação estratégica com a Cannimed, que constituirá uma empresa de primeira linha operando em todo o Canadá e no mundo", disse Terry Booth, CEO da Aurora.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos