Mais informação com menos tempo de leitura
Topo

ONU celebra proposta de rebeldes do Iêmen de interromper ataques à Arábia Saudita

21/09/2019 16h12

Nações Unidas, Estados Unidos, 21 Set 2019 (AFP) - O emissário especial da ONU para o Iêmen, Martin Griffiths, celebrou neste sábado a proposta dos rebeldes huthis de interromper seus ataques contra a Arábia Saudita, considerando que isso pode levar ao fim da guerra no Iêmen.

Em uma declaração publicada pelo The New York Times, Griffiths também comemora a maior abertura dos huthis para a implementação do Acordo de Troca de Prisioneiros e o desejo de uma solução política para dar fim ao conflito.

"A implementação de boa-fé dessa iniciativa pelos huthis poderia enviar uma poderosa mensagem de vontade para acabar com a guerra", afirmou o diplomata.

"É importante aproveitar esta oportunidade e seguir adiante, tomando todas as medidas necessárias para reduzir a violência, a escalada militar e uma retórica que não colabora", acrescentou.

Os rebeldes huthis anunciaram nesta sexta-feira que estão dispostos a interromper todos os ataques contra a Arábia Saudita para alcançar a paz no Iêmen após cinco anos de um conflito que deixou dezenas de milhares de mortos e de uma crise humanitária que a ONU considera neste momento a pior do mundo.

Durante um discurso para comemorar a tomada da capital Saná pelos rebeldes, ocorrida em 2014, o presidente do conselho político dos huthis, Mehdi Machat, anunciou "o fim de todos os ataques contra o território da Arábia Saudita", afirmou a cadeia da televisão Al Masirah, relacionada aos rebeldes.

Ele também disse esperar que "esse gesto tenha como resposta um gesto ainda mais forte" por parte de Riad e que a iniciativa procure "alcançar a paz por meio de negociações sérias que permitam uma reconciliação nacional que não exclua ninguém".

prh/cjc/yow/ll

Mais Notícias