PUBLICIDADE
Topo

Japão tem 88 novos casos de coronavírus no cruzeiro Diamond Princess

CHARLY TRIBALLEAU / AFP
Imagem: CHARLY TRIBALLEAU / AFP

18/02/2020 08h02

Outros 88 casos positivos do novo coronavírus foram registrados no cruzeiro Diamond Princess, que permanece em quarentena na costa do Japão, anunciou nesta terça-feira o ministério nipônico da Saúde.

Este número eleva a 542 o balanço de pessoas afetadas pela epidemia no navio, que está ancorado no porto de Yokohama. No momento em que o primeiro caso foi detectado, 3.700 passageiros e tripulantes estavam no cruzeiro.

O navio registra o maior número de casos em apenas um lugar fora do epicentro da epidemia de COVID-19 na China continental.

Os novos infectados serão levados para hospitais especializados no Japão, informou o ministério em um comunicado, que não informa a nacionalidade dos pacientes.

Sessenta e cinco pessoas diagnosticadas com a doença não demonstravam sintomas do coronavírus, que já provocou quase 1.900 mortes e deixou pelo menos 72.300 infectados, a maioria na China.

A Grã-Bretanha anunciou nesta terça-feira que vai repatriar seus cidadãos do cruzeiro de luxo, enquanto aumentam as dúvidas sobre a eficácia das medidas de quarentena após o aumento do número de casos positivos.

Canadá, Austrália, Hong Kong e Coreia do Sul também pretendem retirar seus cidadãos do navio, depois que o governo dos Estados Unidos repatriou mais de 300 americanos na segunda-feira, incluindo alguns diagnosticados com a doença.

"Submetemos a exames cada uma das pessoas (no cruzeiro)", afirmou o ministro da Saúde do Japão, Katsunobu Kato.

"Para aqueles cujo resultado está claro, nós estamos preparando o desembarque para a transferência a hospitais especializados", completou.

Internacional