PUBLICIDADE
Topo

Motim em prisão da Tailândia por temor de Covid-19

29/03/2020 12h24

Bangcoc, 29 Mar 2020 (AFP) - Um motim desencadeado pelo boato de um surto de Covid-19 eclodiu no domingo em uma prisão que abriga 2.000 detidos na Tailândia.

Alguns prisioneiros aproveitaram a fuga da prisão de Buriram, informou o Ministério da Justiça. Sete deles foram presos.

A mídia local divulgou imagens de uma fumaça negra subindo da prisão, localizada no nordeste do país.

Um grupo de detidos criou uma "agitação" entre outros prisioneiros, espalhando o boato de que o centro foi afetado pelo vírus, informou o ministro da Justiça Somsak Thepsutin, que especificou que "nenhum prisioneiro em Buriram foi infectado".

A Tailândia registrou 1.388 casos de contaminação pelo novo coronavírus, com sete mortes.

Para evitar a disseminação nas prisões, as autoridades decidiram suspender as visitas e colocaram os novos detidos em quarentena por 14 dias.

Um movimento de pânico semelhante desencadeado pela epidemia causou um tumulto no domingo passado em uma prisão de Bogotá, causando 23 mortes entre os presos.

tp-dhc/amj/axn/cac/lpt/me/mb/cc

Notícias