PUBLICIDADE
Topo

UE diz que declarações de Erdogan sobre Macron são 'inaceitáveis'

25/10/2020 11h38

Bruxelas, 25 Out 2020 (AFP) - O chefe da diplomacia europeia Josep Borrell denunciou neste domingo como "inaceitáveis" as declarações do presidente turco Recep Tayyip Erdogan sobre o presidente francês Emmanuel Macron, e pediu para Ancara "encerrar essa espiral perigosa de confrontos".

"As declarações do presidente Recep Tayyip Erdogan contra o presidente Emmanuel Macron são inaceitáveis. Pedimos que a Turquia pare com essa espiral perigosa de confrontos", tuitou Borrell.

No sábado, Erdogan questionou a "saúde mental" de Macron devido às suas atitudes sobre os muçulmanos.

"O que se pode dizer de um chefe de Estado que trata desta maneira milhões de membros de diferentes grupos religiosos: antes de mais nada, faça um exame de saúde mental", afirmou Erdogan em um discurso televisionado.

As relações entre França e Turquia, ambos membros da OTAN, se agravaram nos últimos meses por suas discrepâncias nos conflitos no Mediterrâneo Oriental, Líbia, Síria e mais recentemente na guerra entre Azerbaijão e Armênia pela disputada região de Nagorno Karabakh.

csg/mar/zm/aa