PUBLICIDADE
Topo

Israel inclui adolescentes na campanha de vacinação contra covid-19

23/01/2021 14h54

Jerusalém, 23 Jan 2021 (AFP) - Israel começou a administrar vacinas contra a covid-19 em adolescentes neste sábado (23), à medida que avança sua campanha de vacinação - anunciaram as autoridades locais de saúde, acrescentando que, até agora, 25% da população foi inoculada.

Desde o lançamento das vacinas há um mês, mais de 2,5 milhões de habitantes em Israel, de um total de nove milhões, já foram vacinados, disse o Ministério da Saúde na sexta-feira.

A expansão da campanha para incluir os adolescentes se dá dias depois de Israel estender, na terça-feira, seu terceiro confinamento nacional, devido a um aumento nas infecções por coronavírus. O confinamento vai até o final do mês.

O Ministério da Saúde anunciou na quinta-feira que vai permitir a vacinação de alunos do ensino médio entre 16 e 18 anos, desde que haja a aprovação dos pais.

O maior fundo de saúde do país, Clalit, começou a vacinar adolescentes a partir da manhã deste sábado, de acordo com seu site, enquanto os três fundos menores devem começar mais tarde sua campanha.

Israel iniciou a vacinação em 20 de dezembro, começando com profissionais de saúde, seguidos por grupos de idosos, enfermos e pacientes em risco. A partir de sábado, pessoas com 40 anos, ou mais, também podem tomar a vacina.

De acordo com o Ministério da Saúde, até sexta-feira quase 2,5 milhões de pessoas receberam a primeira das duas doses, e 900 mil delas também receberam a segunda.

O país garantiu uma grande quantidade de vacinas da Pfizer/BioNTech e se comprometeu a compartilhar rapidamente com ambos os fabricantes os dados de impacto da vacinação no território.

jjm/hkb/mab/eg/tt