PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
1 mês

Especialista da ONU pede investigação da presença de soldados eritreus na Etiópia

24/02/2021 18h02

Genebra, 24 Fev 2021 (AFP) - Denúncias de abusos cometidos por soldados da Eritreia durante o conflito na região vizinha etíope de Tigré devem ser investigadas o quanto antes por mecanismos independentes, afirmou um especialista da ONU nesta quarta-feira (24).

"Estou preocupado com as denúncias sobre o envolvimento de forças eritreias em graves violações dos direitos humanos", declarou o relator especial da ONU para a situação dos direitos humanos na Eritreia, Mohamed Abdelsalam Babiker.

O relator, que pediu uma "investigação rápida e aprofundada por mecanismos independentes", mencionou "sequestros" e "regressos forçados de refugiados eritreus e requerentes de asilo, que posteriormente são presos na Eritreia".

Em novembro, o governo da Etiópia realizou uma operação militar para destituir as autoridades regionais dissidentes do Tigré.

Durante o conflito, os Estados Unidos apontaram "informações confiáveis" sobre o envolvimento da vizinha Eritreia nessa região, apoiadas por vários testemunhos e declarações de encarregados etíopes.

A ONU já expressou preocupação com possíveis assassinatos seletivos e sequestros por soldados eritreus.

apo/rjm/vog/thm/tjc/mb/ic/mvv