PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
1 mês

Mianmar expulsa jornalista japonês após retirar acusações contra ele

14/05/2021 09h33

Yangon, 14 Mai 2021 (AFP) - Um jornalista japonês detido enquanto cobria as manifestações contra o golpe de Estado militar em Mianmar foi expulso do país - informou o governo do Japão nesta sexta-feira (14), acrescentando que as acusações contra ele foram retiradas, em um gesto diplomático.

Yuki Kitazumi, um jornalista freelancer, foi detido em meados de abril e levado para a prisão de Insein, conhecida por receber presos políticos.

O ministro japonês das Relações Exteriores, Toshimitsu Motegi, confirmou que o jornalista voltará para casa ainda nesta sexta. Segundo ele, o Japão usou "diversos canais" para pressionar por sua libertação, e foi "um trabalho difícil".

"Como resultado destes esforços, as autoridades de Mianmar anunciaram ontem que retirariam a acusação", disse ele em declarações à imprensa em Tóquio.

"Atualmente, a embaixada do Japão em Mianmar o ajuda de modo que possa regressar para o Japão, indo recolher seus pertences pessoais em seu apartamento", acrescentou.

O jornalista chegará à noite no Japão e se encontra em bom estado de saúde, frisou o ministro.

burs-lpm/pdw/mtp/del/ia/mab/es/tt