PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
1 mês

México envia ao Haiti segundo voo com migrantes repatriados

06/10/2021 21h54

Tuxtla Gutiérrez, México, 7 Out 2021 (AFP) - O México repatriou por via aérea nesta quarta-feira um grupo de 129 haitianos, no âmbito da estratégia coordenada com Porto Príncipe para enfrentar a crise que resultou em uma onda de migrantes sem documentos rumo aos Estados Unidos, informou o Instituto Nacional de Migração (INM).

Autoridades migratórias efetuaram "o retorno de migrantes originários do Haiti, em conformidade com os direitos humanos e em acordo com autoridades consulares daquele país", informou o INM. O vôo partiu de Tapachula, fronteira com a Guatemala, "levando 129 passageiros, com destino ao Aeroporto Internacional de Porto Príncipe", destacou.

Este é o segundo grupo de haitianos que o México devolve ao Haiti. O primeiro foi repatriado no dia 30 de setembro, com a diferença de que o INM se referiu à repatriação naquele dia como um "retorno voluntário assistido".

O México começou a devolver os haitianos depois que o governo americano realizou deportações em massa entre os cerca de 15.000 haitianos que acamparam sob uma ponte localizada entre as cidades de Del Río, nos Estados Unidos, e Acuña, no México.

As repatriações a partir do México fazem parte de acordos fechados em uma mesa de diálogo entre representantes do México e do Haiti instalada em 21 de setembro "para atender às necessidades das pessoas de origem haitiana localizadas em território nacional", explicou o INM.

Há pouco mais de três meses, dezenas de milhares de haitianos protagonizam um êxodo que atravessa o continente de lugares tão distantes quanto Brasil e Chile, para realizarem o sonho de pedir asilo nos Estados Unidos.

str-jg/rsr/lb