Hungria vai fazer referendo sobre plano europeu de distribuição de refugiados

O primeiro-ministro da Hungria, o conservador Viktor Orban, anunciou hoje (24) a realização de um referendo sobre o plano europeu de relocalização de refugiados entre os países-membros da União Europeia (UE). O programa é contestado pela Hungria.

"O governo decidiu realizar um referendo sobre a questão das cotas obrigatórias para a distribuição" de refugiados, declarou Orban, em entrevista.

Em dezembro de 2015, o governo apresentou queixa à Justiça europeia contra as cotas de relocalização adotadas em setembro do ano passado pela UE.

O primeiro-ministro húngaro não divulgou a data para a realização da consulta pública, mas disse que o projeto do referendo foi entregue hoje na Comissão Nacional de Eleições.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos