Grupo protesta contra falta de diversidade na chegada para o Oscar 2016

Atriz Sofia Vergara

A atriz colombiana Sofía Vergara foui uma das primeiras a pisar no tapete vermelhoEPA/Paul Buck/Agência Lusa

O tapete vermelho do Oscar abriu hoje (29) as portas para a 88.ª edição dos prémios da Academia de Hollywood, enquanto nos arredores um grupo de manifestantes protestava pela falta de diversidade dos nomeados.

A estrela colombiana Sofía Vergara, Daisy Ridley (Star Wars: O despertar da força) e a indicada para melhor atriz coadjuvante Alicia Vikander (Garota dinamarquesa) foram algumas das primeiras figuras a pisar o tapete vermelho. Também já chegaram a equipe do filme húngaro Filho de Saul, favorito ao Oscar de melhor filme estrangeiro, e o diretor do filme Spotlight, Adam McKay.

Enquanto isso, dezenas de pessoas, convocadas pelo reverendo Al Sharpton, se concentraram nos arredores para contestar a falta de diversidade entre os indicados, uma vez que, pelo segundo ano consecutivo, não há qualquer ator negro nomeado para as categorias de interpretação.

"Esta será a última noite do Oscar completamente branco", disse o reverendo, segundo o jornal Variety.

Al Sharpton assegurou que se a situação não mudar no próximo ano, serão organizados mais protestos e os anunciantes serão pressionados.

A festa do oscar será apresentada pelo comediante negro Chris Rock, que se manteve longe da polêmica em torno da falta de diversidade nas lista de indicados deste ano.

 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos