Bélgica já identificou 24 mortos em ataques; 101 pessoas estão hospitalizadas

Os serviços de Medicina Legal da Bélgica identificaram, até o momento, 24 dos 31 mortos nos atentados de terça-feira (23) em Bruxelas, enquanto 101 pessoas feridas permanecem hospitalizadas, informaram hoje (26) as autoridades.

As três explosões registradas terça-feira em Bruxelas - duas no Aeroporto Internacional de Zaventem e uma na estação de metrô de Maelbeek, próximo às instituições europeias, no centro da capital - deixaram pelo menos 31 mortos e cerca de 340 feridos, segundo o último balanço provisório.

Os ataques foram reivindicados pelo grupo extremista Estado Islâmico.

Até agora, segundo a porta-voz do Ministério Público de Bruxelas, Ine Van Wymersch, foram formalmente identificados 24 mortos.

Entre os feridos, 101 pessoas continuam internadas em hospitais da Bélgica ou da França, das quais 62 estão sob cuidados intensivos, disse um porta-voz do Ministério da Saúde belga.

Entre as 101 vítimas hospitalizadas, 32 sofreram queimaduras graves e estão internadas em unidades especializadas, acrescentou a mesma fonte.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos