Exército reforça fiscalização para evitar desvio de explosivos

 

rio2016_banner 

O Exército, responsável pelo controle do uso de explosivos no Brasil, iniciou hoje (29) a Operação Rastilho 2, destinada a intensificar a vigilância sobre empresas que fabricam, transportam ou utilizam explosivos. As ações ocorrem em parceria com as polícias Civil, Federal e a Rodoviária Federal.

O reforço na inspeção faz parte dos preparativos dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos, entre agosto e setembro deste ano, informa o chefe do Serviço de Fiscalização de Produtos Controlados da 1ª Região, coronel Silva Azevedo.

"O que fizemos nesse período que antecede os jogos é intensificar a fiscalização. Aumentamos o efetivo empregado nesta operação", explica o coronel. Ele disse que o modelo de vigilância é o mesmo adotado desde 2012.

Empresas do setor de mineração e pedreiras, por exemplo, estão entre as que serão inspecionadas, para prevenir o desvio de explosivos para fins ilícitos. Segundo o Comando Militar do Leste, no Rio de Janeiro, serão controladas 90 empresas em bloqueios montados na entrada e saída das cidades.

As ações serão nos estados da Bahia, do Espírito Santo, de Goiás e Mato Grosso; de Mato Grosso do Sul, em Minas Gerais, no Paraná, Rio de Janeiro e em Santa Catarina; São Paulo, Sergipe e Tocantins, além do Distrito Federal.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos