Toffoli pede vista de julgamento que pode levar senador Ivo Cassol para prisão

André Richter - Repórter da Agência Brasil

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Dias Toffoli pediu vista hoje (1º) do julgamento dos últimos recursos protocolados pela defesa do senador Ivo Cassol (PP-RO) para evitar o cumprimento imediato da pena de quatro anos e oito meses em regime semiaberto, definida em 2013 pelo Supremo.

Revisor da ação penal na qual Cassol foi condenado, Toffoli decidiu pedir mais tempo para analisar o processo após voto da relatora, ministra Carmen Lúcia, que rejeitou os recursos e os considerou protelatórios. Não há data para retomada do julgamento.

Cassol e mais três réus foram condenados pelo crime de fraude em licitação por fatos ocorridos na época em que ele era prefeito de Rolim de Moura, em Rondônia, entre 1998 e 2002. Segundo denúncia do Ministério Público, o esquema criminoso consistia no fracionamento ilegal de licitação em obras e serviços.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos