Diretor da CIA diz que ataque na Turquia tem assinatura do Estado Islâmico

Da Agência Ansa

O diretor da Agência de Inteligência dos Estados Unidos (CIA), John Brennan, afirmou hoje (29) que o atentato terrorista de ontem (28) à noite no Aeroporto de Ataturk, em Istambul, na Turquia, tem "os sinais distintivos da depravação do Estado Islâmico". A informação do dirigente da CIA ocorreu durante um conselho de relações internacionais.

Além dos Estados Unidos, quem acredita que a ação terrorista tenha ligação com o Estado Islâmico (também conhecido como Isis ou Daesh) é o próprio governo turco. Em um coletiva de imprensa, o primeiro-ministro Binali Yildirim, disse que a "ideia de que tenha sido o Daesh" está se tornando "cada vez mais forte" pelos moldes da ação.

Analistas veem o ataque no aeroporto turco como uma repetição do ocorrido em Bruxelas, no dia 22 de março. O modus operandi da ação foi a mesma: kamikazes foram ao local e ativaram os explosivos. Até o momento, nenhum grupo assumiu a autoria do ataque. 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos