No Ceará, 56 adolescentes fogem de centro educacional e 14 são recapturados

Edwirges Nogueira - Correspondente da |Agência Brasil

Após serrar grades, 56 adolescentes que cumpriam medida socioeducativa de internação fugiram ontem (29) à tarde do centro socioeducativo do município de Sobral, a 227 quilômetros de Fortaleza. Segundo a Superintendência do Sistema Estadual de Atendimento Socioeducativo, 14 internos foram recapturados até esta quinta-feira (30).

O juiz da 5ª Vara da Infância e Juventude, Manuel Clístenes, considera que esse foi o maior evento conflituoso registrado nas unidades socioeducativas do município e que isso se deve à situação de superlotação e inadequação do prédio para abrigar jovens privados de liberdade.

O juiz explica que o centro, antes dedicado a internações provisórias, passou a receber adolescentes com medidas já determinadas pelo Juizado da Infância e Juventude desde o fim do ano passado. A mudança, conforme o magistrado, ocorreu por conta da crise nas unidades localizadas em Fortaleza: cerca de 10% dos adolescentes internados na capital eram oriundos de Sobral e de cidades vizinhas. Com a sucessão de problemas, como rebeliões e consequentes destruições dos prédios, esses adolescentes passaram a ser encaminhados para o município.

A questão, segundo Clístenes, é que o Centro Socioeducativo Dr. Zequinha Parente, de Sobral, não tinha a estrutura necessária para receber esse perfil de interno e o local também acabou superlotado: antes da fuga, conforme o juiz, 71 adolescentes estavam na unidade, quando a capacidade é para 40.

"Esta foi a primeira grande fuga de adolescentes em Sobral. O Centro Educacional funcionava bem até essa mudança. Para receber adolescentes que cumprem medidas de longo prazo, seria necessária uma estrutura maior. A crise no sistema socioeducativo obrigou o governo a fazer isso, como uma válvula de escape, mas o problema foi apenas transferido, não foi resolvido."

Um novo centro educacional está em construção em Sobral e terá capacidade para 90 internos. Segundo a Superintendência do Sistema Estadual de Atendimento Socioeducativo, a obra deve ser entregue no próximo trimestre. Além da fuga, o município foi palco de outro conflito envolvendo adolescentes: 41 jovens foram autuados na terça-feira (28) por associação criminosa, ameaça, incitação ao crime e desacato após participarem de uma marcha que, supostamente, selava a união entre facções criminosas. Segundo Manuel Clístenes, os adolescentes apreendidos foram levados para o centro de semiliberdade e, pelo menos, 36 já foram soltos. Junto aos adolescentes, 47 adultos foram presos e autuados também por corrupção de menor.


 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos