PUBLICIDADE
Topo

Agência Brasil errou

Da Agência Brasil

08/07/2016 17h15

O texto com o título  "CNI defende carga de 80 horas semanais para trabalhador brasileiro" publicada hoje (8) às 14h21 permaneceu com erro até as 15h28. Diferentemente do informado, o presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Robson Andrade, não defendeu a jornada de 80 horas semanais para o país, mas mudanças na Previdência e nas leis trabalhistas.  O título da matéria foi alterado para "Presidente da CNI defende mudanças previdenciárias e nas leis trabalhistas". Veja aqui a matéria corrigida