Corpo de candidato a vereador e presidente da Portela é velado no Rio

Isabela Vieira - Repórter da Agência Brasil

Velório do presidente da Portela e candidato a vereador, Marcos Falcon, na quadra da escola de samba em Madureira, zona norte da cidade. Ele foi executado dentro de seu escritório de campanha na noite de ontem (26)Tânia Rêgo/Agência Brasil

O candidato a vereador pelo Partido Progressista (PP) e presidente da Portela, Marcos Falcon, assassinado a tiros, foi velado na manhã de hoje (27) na quadra da escola de samba, em Madureira, na zona norte do Rio de Janeiro. Falcon foi morto ontem (26) no escritório de sua campanha, no mesmo bairro.

O caixão foi coberto pela bandeira da Portela, por um chapéu de sambista e pelo quepe de policial militar de Falcon. O corpo foi velado por amigos, familiares e artistas, como Alcione, Dona Surica e o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, que passou pelo local. O enterro será às 16h.

Falcon deixa sete filhos e duas netas. Ele é 16º candidato a vereador morto sob circunstâncias suspeitas no estado do Rio de Janeiro.

O titular da Divisão de Homicídios da Capital, delegado Rivaldo Barbosa, disse que o crime foi uma execução sumária. O corpo de Falcon foi encontrado com diversas perfurações.

A Portela decretou luto oficial de dez dias e cancelou todos os eventos que ocorreriam na quadra. As atividades no local serão retomadas no dia 6 de outubro. Quem assume a presidência da escola é Luis Carlos Magalhães, até então vice-presidente da Portela. Ele disse que Falcon foi assassinado do melhor momento da vida.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos