Mais de 250 policiais militares reforçam a segurança em Anápolis

Katiana Rabelo - Repórter do Radiojornalismo

Na cidade de Anápolis (GO), a 53 quilômetros da capital, 260.567 estão aptos a votar hoje (30) para escolher quem vai administrar a cidade até 2020. A disputa é entre o atual prefeito, João Gomes (PT) e o Roberto do Órion (PTB).

Ao contrário do lixo espalhado pela cidade no primeiro turno, desta vez não há santinhos jogados nas ruas.

Dois locais de votação foram alterados pelo Tribunal Regional Eleitoral. Em um deles, o motivo foi a ocupação feita pelo movimento estudantil no prédio do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia. As seis seções (462, 469, 472, 475, 480 e 483) foram transferidas para a Escola Municipal Cecília Meireles. Houve mudança também para quem vota na Escola Estadual Leany Lopes de Souza. Sete seções (377, 385, 403, 424, 446, 457 e 471), segundo o TRE, foram transferidas por motivos técnicos.

Para reforçar a segurança neste segundo turno das eleições, foi montado um esquema com mais de 250 policiais militares que fazem o patrulhamento nas ruas.

Anápolis tem a terceira maior população de Goiás, com 334.313 habitantes. De acordo com a Secretaria de Gestão e Planejamento, é a segunda maior economia do estado, voltada para as indústrias de transformação e de automóveis, medicamentos e comércio atacadista.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos