Hoteleiros manifestam preocupação com segurança pública no carnaval do RIo

Alana Gandra - Repórter da Agência Brasil

O presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis - Seção Rio de Janeiro (ABIH-RJ), Alfredo Lopes, encaminhou carta hoje (23) ao ministro da Defesa, Raul Jungmann, mostrando preocupação com a segurança pública da cidade no carnaval, diante da retirada das forças do Exército ontem (22), após nove dias de atividades. A retirada atendeu a uma recomendação feita ao  Ministério da Defesa pela Procuradoria-Geral da Justiça Militar.

Lopes disse que os diversos segmentos ligados ao turismo consideram um equívoco o abandono do Rio "à sua própria sorte, exatamente às vésperas de um evento que representa uma das principais marcas do Brasil". Em nota divulgada esta tarde, ele destacou que o Carnaval carioca é reconhecido como uma dos mais importantes atrações turísticas do país, que atrai visitantes do mundo inteiro.

"Já estamos sofrendo com o abandono das arenas olímpicas e do Maracanã, não podemos ampliar o risco de ações de ladrões e baderneiros durante a semana de Momo. Pelo contrário. É hora de aumentar os efetivos e reforçar a percepção de segurança em toda a cidade. Afinal, o que é bom para o Rio é bom para o Brasil", destacou o presidente da ABIH-RJ.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos