PF cumpre 19 mandados na terceira fase da operação que investiga fraudes na UFPR

Daniel Isaía - Correspondente da Agência Brasil

Na terceira fase da Operação Research, investiga o desvio de R$ 7,3 milhões na Universidade Federal do Paraná (UFPR), a Polícia Federal (PF) cumpre hoje (31) 19 mandados. A ação é realizada em conjunto com a Controladoria-Geral da União e o Tribunal de Contas da União.

Cerca de 48 policiais e auditores dos três órgãos cumprem 18 mandados de condução coercitiva e um de busca e apreensão. A operação acontece em Curitiba e São José dos Pinhais, no Paraná; em Campo Grande e em Corumbá, no Mato Grosso do Sul; e em Natal, no Rio Grande do Norte.

Segundo o despacho do juiz Marcos Josegrei da Silva, da 14ª Vara Federal de Curitiba, a investigação visa a combater "fraudes em pagamentos realizados no período de 2013 até, ao menos, 2016". O esquema beneficiou 27 pessoas que, mesmo sem qualquer vínculo com a universidade, recebiam as bolsas a título de Auxílio a Pesquisadores, Bolsa de Estudo no País e Bolsa de Estudo no Exterior.

As 27 pessoas beneficiadas pela fraude receberam quantias que variam entre R$ 17 mil e mais de R$ 700 mil ao longo do tempo em que o esquema funcionou. Segundo a investigação, os envolvidos utilizavam o dinheiro para adquirir joias e roupas e pagar honorários advocatícios, ou simplesmente depositavam os valores em contas bancárias de amigos e parentes.

Nas duas fases anteriores da Operação Research foram expedidos 33 mandados de prisão temporária. A primeira e a segunda fase foram deflagradas nos dias 15 de fevereiro e 3 de março, respectivamente.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos