Plenário do Senado aprova novo Conselho de Ética para os próximos dois anos

Mariana Jungmann - Repórter da Agência Brasil

O plenário do Senado aprovou hoje (30) a nova formação do Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Casa para o biênio 2017-2019. Os blocos formados pelos partidos fizeram as indicações para as vagas de acordo com a regra de proporcionalidade. O passo seguinte é realizar a reunião de instalação, ainda sem convocação.

Os membros titulares serão os senadores Airton Sandoval (PMDB-SP), João Alberto Souza (PMDB-MA), Romero Jucá (PMDB-RR), Davi Alcolumbre (DEM-AP), Flexa Ribeiro (PSDB-PA), Eduardo Amorim (PSDB-SE), José Pimentel (PT-CE), Acir Gurgacz (PDT-RO), João Capiberibe (PSB-AP), Antonio Carlos Valadares (PSB-SE), Wellington Fagundes (PR-MT) e Pedro Chaves (PSC-MS)

Serão suplentes os senadores Jader Barbalho (PMDB-PA), Eduardo Braga (PMDB-AM), Hélio José (PMDB-DF), Ataídes de Oliveira (PSDB-TO), Paulo Bauer (PSDB-SC), Regina Souza (PT-PI), Fátima Bezerra (PT-RN), Telmário Mota (PTB-RR).

Ainda faltam duas indicações do bloco formado por PP e PSD, além de uma quarta indicação do PMDB. Posteriormente, quando os partidos indicarem os nomes, eles também serão lidos e aprovados pelo plenário do Senado. O colegiado atuará pelos próximos dois anos em casos, por exemplo, de pedidos de cassação de mandato por quebra de decoro parlamentar.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos