PUBLICIDADE
Topo

Brasil encerra primeira semana da Universíade em 26º no quadro geral

Vinícius Lisboa - Enviado Especial*

25/08/2017 11h23

Universíade: equipe masculina de judô comemora medalha no pódioDivulgação/Felipe Hermann/CBDU Ao conquistar hoje (25) mais um bronze na natação, o Brasil encerrou o sétimo dia  da Universíade de Taipei na 26ª posição no quadro geral de medalhas. Até agora, foram dez medalhas, sendo uma delas de ouro. Na Universíade de 2017, o Brasil busca reduzir a distância para o top 10. Estar entre os dez países com mais medalhas é uma meta da Confederação Brasileira do Desporto Universitário no longo prazo e, para isso, o objetivo é chegar à 15ª colocação na edição deste ano. Em 2015, o país havia ficado em 23º, com oito medalhas. O ranking de medalhas é liderado pela Coreia do Sul, que tem 24 ouros e 61 medalhas no total. O Japão está em segundo, com 20 medalhas de ouro e 51 no total. Taipei Chinesa, a delegação anfitriã, está em terceiro, com 15 ouros e 51 no total. Rússia e Coreia do Norte completam o top 5, e os Estados Unidos estão em sexto. Medalhas do Brasil Os pódios brasileiros se concentram em três esportes: natação, taekwondo e judô, que tem sete das 10 medalhas brasileiras. A judoca Bárbara Timo conquistou o único ouro do Brasil até agora, na categoria até 70kg. Gabriela Chibana (-48kg) e Eleudis Valentim (-52kg) foram prata. A equipe masculina levou para casa o bronze, assim como Vinicius Panini (-81kg), Ruan Isquierdo (absoluta) e Tamires Crude (-57kg). No taekwondo, Maicon Andrade chegou à final da categoria mais de 87kg, mas sofreu uma lesão e recebeu recomendação médica para não disputar a última luta. Por isso, ele ficou com a prata. Na natação, Henrique Martins ficou em terceiro lugar nos 50 e nos 100 metros borboleta. Esportes coletivos A seleção brasileira de vôlei masculino garantiu a classificação para as quartas de final da Universíade de Taipei ao derrotar os Estados Unidos por três sets a zero nesta sexta-feira. No futebol feminino, o Brasil está na semifinal e vai disputar uma vaga na decisão do título contra a Rússia, amanhã. A seleção de vôlei feminino do Brasil não conseguiu se classificar para a segunda fase. As brasileiras perderam para a Rússia por três sets a um, e a segunda vaga do grupo D ficou com a Finlândia, que derrotou o México no último jogo. No futebol masculino, o Brasil foi eliminado na última quarta-feira, depois de uma derrota para a Itália por dois a zero. Apesar disso, a seleção continua a disputar jogos para definir sua posição no ranking final da competição. Além dos italianos, os russos passaram para a segunda fase.
*O repórter viajou a convite da Confederação Brasileira do Desporto Universitário