Sete manifestantes são presos no MA por bloquear rodovia, diz ministro

O ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República, Sergio Etchegoyen, informou hoje (29) que sete manifestantes foram presos no Maranhão nesta manhã, em razão de bloqueio e ações criminosas contra comboios de caminhões que voltaram a circular. A informação foi apresentada em coletiva de ministros do governo Temer para tratar do movimento dos caminhoneiros.

Ao comentar, as prisões, o ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun, disse que nenhum dos presos é caminhoneiro. "Existe sim infiltração indevida nesse movimento", disse. Marun, disse ainda que "quem está agindo fora da lei tem que sofrer os rigores da lei".

O ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, declarou que representantes dos caminhoneiros que negociam com o Palácio do Planalto disseram que a paralisação por parte deles acabou. Segundo Padilha, o que existe agora é predominantemente uma manifestação de cunho político envolvendo populares.

A infiltração política no movimento foi denunciada ontem (28) pelo presidente da Associação Brasileira dos Caminhoneiros (ABCam), José da Fonseca Lopes. "Tem um grupo muito forte de intervencionistas nisso aí, eu vi isso agora em Brasília, na parte da manhã. Eles estão prendendo caminhão em tudo quanto é lugar. São pessoas que querem derrubar o governo", afirmou, durante coletiva em Brasília.

 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos