PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
1 mês

São Paulo: roubos, estupros e homicídios dolosos aumentam em abril

Policiais patrulham a Avenida Paulista,   na região central da cidade de São  - ANANDA MIGLIANO/ESTADÃO CONTEÚDO
Policiais patrulham a Avenida Paulista, na região central da cidade de São Imagem: ANANDA MIGLIANO/ESTADÃO CONTEÚDO

25/05/2022 19h31

No mês de abril, o número de homicídios dolosos (com intenção) cresceu em todo o estado de São Paulo na comparação com o mesmo mês do ano passado, passando de 215 para 230 casos. Também houve aumento no número de latrocínios (roubo seguido de morte), estupro, roubos em geral e furtos em geral. Os dados foram divulgados hoje (25) pela Secretaria de Segurança Pública de São Paulo.

Os latrocínios passaram de 13 notificações em abril de 2021 para 16, em abril deste ano. Já os estupros passaram de 915 notificações para 980, na mesma base de comparação. O total de roubos passou de 16.722 registros para 19.215 em abril deste ano. Já os furtos em geral passaram de 32.479 ocorrências para 44.760, aumento de mais de 37%.

Pandemia

A secretaria informou, no entanto, que prefere fazer a comparação com o ano de 2019, último antes da pandemia de covid-19. Para a pasta, essa base de comparação é mais correta, já que os anos de 2020 e 2021 foram atípicos por causa do isolamento social.

Nessa comparação, informa a secretaria, houve redução nas mortes intencionais e nos registros de estupro e roubos.

Em em abril de 2019 foram registrados 255 homicídios dolosos, o que seria 9,8% acima do registrado em abril deste ano. O número de estupros no mês passado foi 3,7% inferior ao registrado em abril de 2019. Já os roubos em geral caíram 7,5% neste ano, na mesma base de comparação.

O número de latrocínios ficou estável, com 16 casos notificados em abril de 2019 e de 2022. Os furtos, também se mantiveram em patamar semelhante: em 2019 foram registrados 44.604 casos, pouco menos do que foi registrado em abril deste ano.