SSP nega ter plantado prova e mostra vídeo

São Paulo - A Secretaria da Segurança Pública (SSP) divulgou na segunda-feira, 11, imagens feitas por policiais à paisana para rebater um vídeo do grupo Jornalistas Livres, segundo o qual PMs teriam plantado explosivos na mochila de manifestantes no protesto da sexta passada. Dois rapazes foram detidos em flagrante por dano e porte de material explosivo.

A gravação da SSP mostra dois jovens na Praça Roosevelt, na região central, um deles com o rosto encoberto. Em seguida, o outro rapaz atira um coquetel molotov na direção de viaturas da PM que estavam estacionadas. Após a explosão, policiais se aproximam e a dupla sai correndo. Antes de fugir, o responsável por atirar o explosivo ainda mostra o dedo médio para os agentes.

De acordo com a SSP, os rapazes são os mesmos do vídeo que acusa a PM de forjar um flagrante. Nessas imagens, PMs aparecem revistando manifestantes. Na ação, eles abrem as mochilas e retiram materiais. No fim, um dos policiais coloca o explosivo na mochila, autua o grupo e o leva para o 78.º Distrito Policial, nos Jardins. A pasta afirma que as imagens da PM foram feitas instantes antes da abordagem.

Ao todo, 17 pessoas foram detidas durante o ato, por crimes de roubo e dano ao patrimônio, além de posse de explosivo.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos