Alan Marques/Folhapress

Processo de impeachment

Líderes da oposição chegam de braços dados ao STF para falar de impeachment

De Brasília

Líderes da oposição chegaram de braços dados nesta terça-feira (8) ao prédio do Supremo Tribunal Federal (STF) para um encontro com o presidente da Corte, Ricardo Lewandowski, para conversar sobre o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff. Participam da reunião cerca de 25 deputados, entre eles o líder do PSDB na Câmara, Antônio Imbassahy (BA), e do DEM, Pauderney Avelino (AM).

O encontro acontece no dia em que a Corte publicou o texto do acórdão sobre o rito definido para o impeachment no Congresso. A ideia é aproveitar o momento de maior fragilidade do governo para pressionar os ministros do Supremo a acelerarem o julgamento dos recursos sobre o caso e, assim, a Câmara poder instalar a comissão que irá discutir o afastamento de Dilma.

Caberá ao ministro Luís Roberto Barroso, que apresentou o voto seguido pela maioria do STF, analisar os recursos que forem protocolados até a próxima segunda-feira e pedir a inclusão do caso na pauta do colegiado. Na Corte, a intenção dos ministros é dar resposta breve ao caso, respeitados os prazos previstos em lei.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos