Estudantes tentam ocupar escola no Rio, mas são expulsos após confronto

Rio - Alunos do movimento de ocupação das escolas entraram em confronto, nesta segunda-feira, 23, com um grupo contrário à ação, no Colégio Estadual Raul Vidal, em Niterói, cidade na Região Metropolitana do Rio. Cerca de dez estudantes tentaram ocupar a escola no início da manhã, mas foram expulsos, no início da tarde, por alunos que queriam ter aulas.

De acordo com relatos de alunos da unidade, nas redes sociais do movimento Ocupa, estudantes foram agredidos durante a ação. A Polícia Militar (PM) foi acionada para conter o tumulto.

Policiais do 12.º Batalhão de Polícia Militar (BPM), em Niterói, informaram que foram apreendidos pedaços de pau, pedras e martelos no local. O material foi encaminhado à Polícia Civil. Não houve detidos.

A Secretaria Estadual de Educação informou que "houve apenas tentativa de ocupação do Colégio Estadual Raul Vidal, mas, após negociações, a situação foi normalizada". Ainda estão ocupadas 64 escolas da rede, o que representa cerca de 5% do total das unidades estaduais. Onze escolas que estavam ocupadas já foram esvaziadas. Segundo a Secretaria de Educação, elas começaram a receber melhorias e reparos.

Nesta segunda-feira, a primeira escola a ser ocupada, o Colégio Estadual Prefeito Mendes de Moraes, na Ilha do Governador, zona norte, foi liberada para receber estudantes, há dois meses sem aula. Mas as aulas ainda não começaram. A secretaria explicou que "no momento, estão acontecendo atividades pedagógicas de acolhimento".

A pasta não informou quando as aulas voltarão na unidade desocupada, mas ressaltou que o retorno não depende só da secretaria, pois há professores em greve.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos