Topo

Uber rebate Russomanno e diz que serviço é respaldado por lei federal

O candidato Celso Russomanno (PRB) participa de sabatina do UOL, SBT e Folha de S. Paulo - Lucas Lima/ UOL
O candidato Celso Russomanno (PRB) participa de sabatina do UOL, SBT e Folha de S. Paulo Imagem: Lucas Lima/ UOL

02/09/2016 14h22

São Paulo - A empresa Uber divulgou nesta sexta-feira, 2, nota em resposta a afirmações feitas pelo candidato do PRB à Prefeitura de São Paulo, Celso Russomanno, que se posicionou contra o aplicativo como transporte de passageiros. Na quinta-feira, dia 1º, à rádio CBN, Russomanno disse que o aplicativo funciona "na ilegalidade".

"O serviço é respaldado por Lei Federal e inclusive com inúmeras decisões favoráveis da Justiça", diz o texto da empresa, que lembra, ainda, que a cidade de São Paulo foi a primeira do Brasil a ter uma regulamentação específica para esse tipo de transporte - e que atualmente a Uber opera nesta situação em várias outros municípios. "Em diversas cidades em que a Uber opera no País há decisões reforçando a legalidade da Uber e visando encontrar uma regulamentação inovadora para o transporte individual privado", diz a nota.

Russomanno, líder nas pesquisas de intenção de voto, argumentou que o serviço, que funciona respaldado em um decreto municipal assinado pelo prefeito e candidato à reeleição, Fernando Haddad (PT), está em desacordo com o Código Brasileiro de Trânsito. "Para o transporte individual, coletivo ou de cargas, os veículos têm de transitar com placas vermelhas", disse ele, lembrando que os carros Uber transitam na cidade com placas particulares.

Russomanno critica Uber

UOL Notícias

Mais Notícias