PF envia ao Supremo depoimento de Calero sobre episódio Geddel

Em Brasília

  • Alan Marques/Folhapress

    Calero disse que Geddel o pressionou para liberar obra em Salvador

    Calero disse que Geddel o pressionou para liberar obra em Salvador

A Polícia Federal (PF) enviou ao Supremo Tribunal Federal (STF) depoimento prestado pelo ex-ministro da Cultura Marcelo Calero na quarta-feira (23), em Brasília, sobre o episódio de suposto tráfico de influência do ministro da Secretaria de Governo, Geddel Vieira Lima.

Cabe à Corte decidir sobre eventual abertura de investigação sobre Geddel e outras autoridades com prerrogativa de foro.

O ex-ministro acusa Geddel de pressioná-lo para liberar a construção de um prédio em Salvador (BA) para atender a um interesse pessoal.

Geddel comprou um apartamento na planta, em área de interesse histórico, mas o Instituto Nacional do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) embargou a obra.

O STF deve enviar as declarações de Calero ao procurador-geral da República, Rodrigo Janot, para que opine sobre a abertura, ou não, de inquérito criminal sobre o caso.

Uma eventual recomendação a favor da investigação dificulta que algum ministro arquive o caso de ofício. O ex-ministro não quis falar sobre o caso.

Boechat: cultura de Geddel vem desde Pedro Álvares Cabral

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos