Pisa: Em Matemática e Ciências, meninos vão melhor

São Paulo - As meninas brasileiras tiveram um desempenho menor do que o dos meninos em Ciências e Matemática no Programa Internacional de Avaliação de Alunos (Pisa), em 2015. Em leitura, elas tiveram um desempenho superior. Segundo o relatório e especialistas em Educação, a diferença se deve aos estereótipos de gênero que são reproduzidos desde o começo da infância.

A disparidade nessas áreas não é exclusividade do Brasil e acontece também em países membros da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico. No Brasil, cerca de 1% dos meninos alcançou proficiência em Ciências nos dois níveis mais altos, 5 e 6 - já o porcentual de meninas que atingiu esses níveis é de apenas 0,5%.

Em Matemática, o Brasil está entre os 28 países em que o desempenho dos meninos superou o das meninas em mais de 15 pontos. Já em leitura as estudantes tiveram desempenho superior aos dos meninos em todos os Estados - na Bahia, a média delas foi 34 pontos maior.

"As meninas têm um desempenho um pouco mais baixo em Matemática e melhor em Português. Obviamente, essa diferença não é consequência de fatores biológicos, mas culturais", disse Sandra Unbehaum, coordenadora de Pesquisas Educacionais da Fundação Carlos Chagas, que tem como iniciativa o projeto Elas nas Exatas para incentivar meninas da educação básica. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos