Morre o estilista Guilherme Guimarães, ícone da alta costura nos anos 60 e 70

Morreu na madrugada deste sábado, véspera de Natal, o estilista Guilherme Guimarães, o Gui-Gui, como foi batizado pelo colunista Ibrahim Sued, aos 76 anos. Ele estava internado no Hospital da Lagoa, na zona sul da cidade, onde se tratava de um câncer no fígado. O estilista foi ícone da alta costura carioca nos anos 1960 e 1970, quando vestiu socialites como Carmem Mayrink Veiga e Lúcia Flecha de Lima.

No cinema, foi responsável pelo figurino de Danuza Leão no filme "Terra em Transe", de Glauber Rocha. No teatro, assinou figurinos de Tônia Carrero. "O mais importante foi o da peça "Constantina", que lhe rendeu inclusive prêmios. Outras estrelas foram vestidas em cena por ele, como Simone, Gal Costa, Marília Pêra, Rosita Thomáz Lopes, Célia Biar, Vera Fisher, e também astros, como Paulo Autran", descreve a colunista Hildegard Angel, em seu blog.

Hildegard e Ruth Joffily escrevem a biografia de Guimarães, "Memórias de um costureiro", que, segundo a colunista, esperava lançar com ele ainda vivo. Ela conta que, no último ano, o estilista não pode trabalhar muito. Sem dinheiro, teve que recorrer à rede pública de saúde para se tratar do câncer.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos