PUBLICIDADE
Topo

Em nota, governo da Grécia lamenta 'morte trágica' do embaixador Amiridis

Embaixador grego no Brasil, Kyriakos Amiridis - Marcos Correa/Divulgação/Presidência da República
Embaixador grego no Brasil, Kyriakos Amiridis Imagem: Marcos Correa/Divulgação/Presidência da República

Por Matheus Maderal

Em São Paulo

30/12/2016 22h50

Em nota divulgada nesta sexta-feira (30) no site do Ministério das Relações Exteriores, o governo da Grécia lamentou a morte do embaixador grego no Brasil, Kyriakos Amiridis, cujo corpo foi encontrado carbonizado em Nova Iguaçu, no Rio de Janeiro.

"Nós expressamos nossa profunda tristeza pela trágica morte do embaixador Amiridis, um amigo do Brasil, que durante toda sua carreira diplomática serviu a Grécia de forma consciente e responsável", diz a nota.

O comunicado lembra que Amiridis serviu na Missão Permanente da Grécia para a União Europeia, nos Consulados Gerais no Rio de Janeiro e em Roterdã, e na embaixada grega em Belgrado durante a primeira fase da guerra da Iugoslávia.

"Um marco em sua carreira foi o seu cargo como embaixador grego em Tripoli, na Líbia, e seu papel decisivo na evacuação, sob condições de extrema violência, da equipe da embaixada, de cidadãos gregos na Líbia, além de milhares de refugiados na Líbia, no verão de 2014".

A nota observa também a contribuição do embaixador na organização da Conferência Internacional sobre "Pluralismo Religioso e Cultural e Coexistência Pacífica no Oriente Médio", em Atenas, em outubro de 2015.

"Expressamos nossa tristeza pela trágica morte de nosso querido amigo e colega e enviamos nossas sinceras condolências a seus parentes", reitera a nota.