STF rejeita recurso de Lula contra decisão que remeteu investigações a Moro

Breno Pires e Rafael Moraes Moura

Brasília

O Supremo Tribunal Federal (STF) rejeitou nesta quinta-feira, 23, um recurso do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva apresentado contra a decisão do ministro Teori Zavascki que remeteu investigações sobre ele para o juiz federal Sérgio Moro, responsável pela condução da Lava Jato na primeira instância.

A decisão foi tomada de forma unânime no plenário nesta quinta que foi a primeira sessão com a presença de Alexandre de Moraes como ministro do Supremo. O pedido de Lula foi feito dentro de uma reclamação sigilosa no STF que estava há semanas na pauta de julgamento. Em 13 de junho de 2016, Teori invalidou parte da interceptação telefônica feita pela Lava Jato, envolvendo Lula e a então ex-presidente Dilma Rousseff, por considerá-la ilegal, apontando que Moro usurpou a competência do STF ao autorizar os grampos que pegaram a então presidente e o ex-presidente.

Os advogados de Lula também pediram que ação de Moro fosse encaminhada para o Ministério Público, com o intuito de investigar a conduta do juiz federal do Paraná. A decisão de Teori em junho de 2016 permitiu que Lula fosse processado na primeira instância nas investigações sobre se Lula é ou não dono de um sítio em Atibaia e sobre o caso do triplex em Guarujá, ambos imóveis que receberam reformas supostamente custeadas por empreiteiras investigadas na Lava Jato.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos