Assessor de Temer e Arruda já estão presos na Superintendência da PF em Brasília

Nilton Fukuda e Luci Ribeiro

Brasília

O ex-vice-governador do Distrito Federal Tadeu Filippelli (PMDB), que também é assessor especial do presidente Michel Temer, já está preso na Superintendência da Polícia Federal em Brasília. Filippelli, que chegou pouco depois das 10h desta terça-feira, 23, ao local, foi preso na Operação Panatenaico, que investiga organização criminosa que fraudou e desviou recursos das obras de reforma do Estádio Nacional Mané Garrincha para Copa do Mundo de Futebol de 2014.

Também já está preso na Superintendência da Polícia Federal o ex-governador do Distrito Federal José Roberto Arruda (PR). Por volta das 10h30, ainda não havia chegado ao local o ex-governador Agnelo Queiroz (PT), também preso na operação.

Os três políticos e outros agentes públicos e privados são suspeitos de fraudes de quase R$ 1 bilhão na reforma do estádio Mané Garrincha. As três prisões decretadas são temporárias.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos