Mulheres chefiam MPs em apenas três Estados brasileiros

São Paulo

Levantamento feito pelo jornal O Estado de S. Paulo mostra que, dos 27 procuradores-gerais de Justiça dos Estados e do Distrito Federal, apenas 3, ou 11%, são mulheres - no Espírito Santo, na Bahia e em Roraima.

O cargo é de comando do Ministério Público de cada Estado e é indicado pelo governador a partir de lista tríplice, em modelo semelhante ao da escolha do procurador-geral da República, feita pelo presidente. A PGR passará a ser comandada por Raquel Dodge. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos