PUBLICIDADE
Topo

Ator do filme Cidade de Deus suspeito de matar PM se entrega no Rio

Cena do filme Cidade de Deus. Em destaque, Ivan da Silva Martins que estava foragido da polícia do Rio - Divulgação
Cena do filme Cidade de Deus. Em destaque, Ivan da Silva Martins que estava foragido da polícia do Rio Imagem: Divulgação

Marcio Dolzan

Rio

31/07/2017 13h28

Acusado pela morte do sargento Hudson Silva de Araújo e apontado como um dos chefes do tráfico do Morro do Vidigal, na zona sul do Rio de Janeiro, Ivan da Silva Martins se entregou nesta segunda-feira, 31, à Polícia Civil. Conhecido como Ivanzinho da Rocinha ou Ivan, o Terrível, ele foi ator e participou das filmagens do longa-metragem "Cidade de Deus", em 2002.

Com dois mandados de prisão, um expedido há quatro anos por suspeita de assalto e outro pelo homicídio do sargento Hudson, na semana passada, Ivanzinho da Rocinha negou o envolvimento nos crimes na chegada à Cidade da Polícia, na zona norte da capital.

Segundo informou o RJTV, da TV Globo, Ivan disse que estava se entregando "para provar sua inocência". A ONG AfroReggae teria intermediado o acordo para que o ex-ator se apresentasse à polícia. Ele chegou à Cidade da Polícia sem algemas.

Ivanzinho se tornou um dos homens mais procurados do Rio após tiroteio no Vidigal na madrugada do dia 23 de julho. Na troca de tiros, o sargento Hudson Silva de Araújo foi baleado e acabou morrendo quando era atendido no Hospital Miguel Couto. Ele foi o primeiro policial da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) Vidigal morto em confronto na comunidade.