Fachin diz que tomará decisão sobre inquérito de Temer após decisão da Câmara

Rafael Moraes Moura e Breno Pires

Brasília

  • Alan Marques/Folhapress

O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), disse na tarde desta quarta-feira, 2, que, logo depois de a Câmara dos Deputados decidir se dá aval ou não para o Supremo Tribunal Federal (STF) analisar a denúncia apresentada pela Procuradoria-Geral da República (PGR) contra o presidente Michel Temer, ele definirá os próximos passos do inquérito.

"Assim que a Câmara tomar lá uma decisão, eu vou ordenar o processo em seguida. Mas não vai demorar muito, tá bom?", disse o ministro a jornalistas, ao chegar para a sessão plenária do STF nesta tarde.

O ministro não respondeu às perguntas de jornalistas sobre o que poderia ocorrer com o inquérito no caso de a Câmara não dar continuidade ao andamento da denúncia contra Temer. "Bom trabalho a vocês", desconversou Fachin.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos