Em SP, só dois em cada 10 querem adotar crianças em faixa etária superior

Julia Soares e Juliana Diógenes

São Paulo

  • Adriano Vizoni/Folhapress

    Criança a espera de adoção em São paulo

    Criança a espera de adoção em São paulo

De 1.146 crianças e adolescentes disponíveis para adoção no Estado de São Paulo, 97% têm 5 anos ou mais. Entre os pretendentes, somente 18,6% têm interesse em adotar nessa faixa etária. Dados do Cadastro Nacional de Adoção (CNA) mostram que há 118 pretendentes para cada menino ou menina de até 5 anos. Entre as crianças e os adolescentes com o poder familiar já destituído - ou seja, disponíveis no sistema -, 64 têm entre zero e 5 anos. Mas são 7.599 pessoas interessadas em adotá-los.

A Vara da Infância de Santo Amaro, na zona sul, palco do projeto-piloto da campanha "Adote um boa-noite", está com aproximadamente 600 crianças e adolescentes abrigados, dos quais cerca de 80 disponíveis para adoção, isto é, que já tiveram o poder familiar destituído. Na Vara da Infância do Tatuapé, há cerca de 60 crianças e adolescentes abrigados, dos quais 15 disponíveis para adoção. "De alguns anos para cá, aumentou a quantidade de pessoas que aceitam adotar crianças um pouco maiores. Eu diria que hoje a barreira se encontra mais próxima dos 8 anos de idade", explica o juiz de Direito Gabriel Sormani. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos