Em apenas 3 anos, Alexandre Baldy passou de empresário a ministro

Em Brasília

  • Divulgação

    Baldy tem um patrimônio declarado, em 2014, de R$ 4,2 milhões

    Baldy tem um patrimônio declarado, em 2014, de R$ 4,2 milhões

O novo ministro das Cidades, Alexandre Baldy (sem partido-GO), teve uma ascensão meteórica na política. Deputado de primeiro mandato, foi escolhido aos 37 anos para o ministério graças à articulação do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), de quem é aliado.

Baldy é casado há 16 anos com Luana Limírio, com quem tem dois filhos. Tem um patrimônio declarado, em 2014, de R$ 4,2 milhões, entre imóveis, aplicações e carro de luxo. É sócio de cinco empresas, de representação comercial e de embalagens.

Baldy é ligado ao governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB), de quem foi secretário da Indústria e Comércio. Eleito pelo PSDB, Baldy migrou para o antigo PTN, hoje Podemos, legenda da qual chegou a ser líder na Câmara.

Para entrar no Ministério das Cidades, deve se filiar ao PP. Foi um dos idealizadores da CPI da JBS, que governistas usam para investigar os investigadores e questionar o acordo de delação dos donos do frigorífico.

Baldy chegou a ser citado como político ligado ao contraventor Carlinhos Cachoeira num relatório arquivado da CPI que investigou os negócios dele. As informações são do jornal "O Estado de S. Paulo".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos