Ex-governador do Amazonas é solto

Luiz Vassallo e Fausto Macedo

São Paulo

O ex-governador do Amazonas José Melo (PROS) foi solto nesta quarta-feira, 27, após permanecer seis dias preso por suspeita de envolvimento com esquema de desvio de recursos públicos da área da saúde na ordem de R$ 50 milhões. Identificado pela alcunha de "Velhinho" em interceptações telefônicas, o ex-governador é o alvo maior da Operação Estado de Emergência, terceira fase da Operação Maus Caminhos, deflagrada semana passada em Manaus.

Melo havia sido preso em regime temporário por cinco dias, prorrogados por mais cinco, mas em audiência de custódia realizada nesta terça-feira, 26, a Justiça anulou a última decisão.

Nesta quarta ele deixou o Centro de Detenção Provisória Masculino II.

A Operação Estado de Emergência localizou o ex-governador em uma casa no município de Rio Preto da Eva, nos arredores de Manaus, onde ele mantinha R$ 90 mil em dinheiro vivo, segundo os investigadores.

A apuração indica que "Velhinho" possui um imóvel avaliado em R$ 7 milhões. Os investigadores informam que a evolução patrimonial do ex-governador é "incompatível" com sua renda.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos