Megaoperação na favela do Jacarezinho no Rio deixa três mortos

Paulo Beraldo e Renata Okumura

São Paulo

Até às 12h desta terça-feira, 30, três suspeitos haviam sido mortos e sete presos na megaoperação que ocorre na favela do Jacarezinho, na zona norte do Rio de Janeiro. A polícia também apreendeu drogas no local. Cerca de 300 policiais foram mobilizados para a ação, que tem apoio da divisão de homicídios e do grupo de combate ao tráfico de drogas da Polícia.

A operação cumpre mandados de prisão contra traficantes e suspeitos de assassinatos. Entre os suspeitos estão pessoas que podem estar ligadas à morte do delegado Fábio Monteiro, ocorrida em 12 de janeiro passado. Ele foi encontrado assassinado dentro do porta-malas de seu carro.

Rocinha

A Polícia Militar também realiza operação na favela da Rocinha, na zona sul da cidade, para prender criminosos e apreender suas armas. Pela manhã, policiais do Batalhão de Polícia de Choque (BPChq) entraram em confronto com criminosos na Rua do Valão. Dois homens foram feridos e socorridos ao Hospital Miguel Couto, mas não resistiram.

Com eles, foram apreendidos um fuzil AK47 e uma pistola Taurus 9mm. Um morador foi ferido de raspão na cabeça durante o tiroteio.

Moradores também ouviram tiroteios na Ladeira dos Tabajaras, em Copacabana (zona sul) e no Morro da Formiga, na Tijuca (zona norte), na manhã desta terça-feira. Moradores das favelas da Rocinha e do Jacarezinho relataram nas redes sociais que ouviram intenso tiroteio por volta das 7h.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos